PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

"Ela ama se exibir nas redes sociais e isso me incomoda. O que devo fazer?"

Karin Hueck

31/01/2020 04h00

A vida está corrida é o novo não gosto de você

"Conheci um homem em 2018. Nossa ligação foi imediata. Ele estava passando por um momento complicado, e eu dei todo o suporte que ele precisou. Me fiz presente mesmo com a distância (morávamos a 110 km de distância), e dei espaço para  que ele se encontrasse. Conversávamos algumas vezes, apenas para saber se estava precisando de algo. Ele diz que tem, sim, interesse em mim, que gosta de mim, e do efeito que causo nele quando estamos juntos. Em setembro de 2019, eu me mudei para a cidade dele por questões de trabalho, e o avisei. Acabamos saindo uma vez. Depois disso nunca mais o vi. Ele diz que a vida anda corrida, e na nossa última conversa disse que tinha algumas coisas para me perguntar, além de demonstrar um certo incômodo quando sabe que eu saio para balada etc. Desde que ele apareceu na minha vida, eu não me envolvi com mais ninguém, mas cheguei num ponto que eu cansei. Não quero mandar mensagem, eu quero que ele sinta falta. Ao mesmo tempo fico dividida de ele achar que esse sumiço signifique que eu não gosto dele. Eu tenho medo de procurar ele e descobrir que tem outra pessoa agora. Não sei o que fazer." Ass.: Apaixonada solo

Cara apaixonada solo,
Sinto ter que dizer isso, mas desse mato não sai coelho. Faz dois anos que você está atrás desse homem, e faz dois anos que ele não dá nem um único sinal de que vai ficar com você. Ele usou o seu apoio emocional quando precisou e de vez em quando te joga uma migalha de atenção (como quando finge ter "ciúmes" da sua vida de solteira).  Você se mudou para a cidade dele e, mesmo assim, vocês só se viram uma única vez! Lembre-se: "a vida está corrida" é a desculpa favorita de 10 entre 10 pessoas que não estão a fim de marcar um encontro. Não se iluda com visualizações: apague o celular dele e o bloqueie nas redes sociais. Quanto antes você começar a tocar a sua vida, melhor.

 

Veja também

No Instagram, com filhos

"Recentemente, meu namoro chegou ao fim e conheci uma mulher que tem 2 filhos. Me apaixonei perdidamente por ela, o sexo é ótimo, ela me trata bem e é carinhosa, mas percebi uma diferença entre o que ela diz quando está comigo e o que ela demonstra longe de mim. Inclusive o estilo de vida dela muito me incomoda. Ela ama se exibir nas redes sociais (e pessoalmente também), gosta de se sentir independente e adora que outros homens a chamem de gostosa e coisas do tipo. Tenho medo de estar apenas carente, mesmo não conseguindo enxergar isso no momento. Ah, sem contar os filhos que, querendo ou não, pesam bastante na balança da minha indecisão. Devo dar uma chance pra ela ou pulo fora desse barco fadado ao naufrágio?" Ass.: Pai sem filhos

Caro pai sem filhos,
Não acho que esse relacionamento esteja fadado ao naufrágio — pelo menos não pelos motivos que você descreve. Não tem nada de errado em uma mulher querer ser independente e, francamente, atire a primeira pedra quem não está se exibindo de alguma forma nas redes sociais . O que vai determinar o sucesso da relação é o que vocês têm quando estão juntos – e talvez você, na verdade, gostaria de passar ainda mais tempo com ela. Talvez você queira oficializar a relação? Se for isso, chame-a para uma conversa e veja o que ela responde. Mas lembre-se: mesmo que ela se torne a sua namorada, isso não te dá o direito de controlá-la.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre a Autora

Karin Hueck é jornalista e escritora. Foi editora da revista "Superinteressante", colaborou para alguns dos maiores veículos do Brasil e tem 5 livros publicados.

Sobre o Blog

Se Conselho Fosse Bom é uma coluna de conselhos sentimentais, existenciais e práticos. Está com problemas no trabalho? Sua família te enlouquece? Não sabe se casa ou compra uma bicicleta? Mande as suas dúvidas para o se.conselho.fosse.bom@bol.com.br As respostas são 100% anônimas.

Se Conselho Fosse Bom