PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

“Namoro, mas sou viciado em conversar com outras mulheres no WhatsApp"

Karin Hueck

03/01/2020 04h00

Está precisando de um conselho? Mande a sua pergunta para se.conselho.fosse.bom@bol.com.br

Sou viciado em flertar no Whatsapp

"Namoro a mesma pessoa há 8 anos. Quando começamos a namorar, eu era casado e omiti isso dela. Ela descobriu, ficou brava, chorou, mas continuamos juntos — naquela época, eu já estava praticamente separado da minha ex, morava sob o mesmo teto, mas não tocava nela. Enfim, a minha namorada sempre foi muito ciumenta e brava, sempre foi desconfiada. Eu tinha costume de trocar mensagens com outras mulheres via WhatsApp, via Facebook. Ela chegou a se afastar algumas vezes, mas voltamos. No ano passado ela engravidou e fez um aborto. Ela sempre me perdoou do meu vício em trocar mensagens com outras mulheres (mesmo sem tocar nelas), mas semana passada ela pegou umas fotos que eu recebi de outras mulheres, e se afastou de mim de vez. Eu sei que ela é a mulher da minha vida! Apaguei todos os contatos que tinha, passei pra ela a minha senha do WhatsApp, do Facebook, do Instagram, do e-mail, tudo, quero ser transparente com ela. Não quero mais fazê-la sofrer. O que devo fazer? " Ass: Quero mudar


Caro quero mudar, 
Por que será que a sua namorada é muito ciumenta e desconfiada? Faz oito anos (OITO ANOS) que você se envolve com outras pessoas enquanto "namora" ela. Você diz que tem um "vício" em trocar mensagens com outras pessoas, mas isso pra mim tem outro nome. Também não consigo acreditar que você jamais tenha tocado nessas mulheres (no plural) com quem troca fotos íntimas. Eu acredito que as pessoas mereçam uma segunda chance e que nem toda traição precisa levar ao fim do relacionamento — mas o seu caso é outro. Você diz que quer mudar e teve oito anos para isso, mas nada aconteceu. Seja honesto consigo mesmo. Você acha mesmo que, daqui a uns meses, quando as coisas estiverem mais calmas, você nunca mais vai procurar nenhuma outra mulher para conversar? Duvido que a resposta seja "sim". A melhor coisa que você pode fazer é deixar essa pobre mulher em paz e parar de empacar a vida dela.

Veja também:

Fumo maconha para esquecer os problemas

"Há muito tempo venho enfrentando problemas com familiares próximos. Meu pai tentou suicídio, meu irmão foi diagnosticado com problemas psicológicos e enfrenta uma dependência de drogas, e meus avós faleceram recentemente. Tento levar da melhor maneira possível, mas desenvolvi uma ansiedade muito grande, e fumar maconha me traz tranquilidade. Fumo todos os dias à noite, e tem me feito muito bem. Meu marido sempre me repreende e me critica, porque ele tem medo de eu ficar dependente de uma coisa ilegal. O que eu faço nessa situação?" Ass: Aliviar a pressão


Cara aliviar a pressão,
Cada vez mais, a medicina tem descoberto os efeitos terapêuticos da maconha em diversas áreas da saúde. A maconha também está passando por um processo de descriminalização no mundo inteiro: os EUA e muitos países europeus pararam de punir usuários e até legalizaram a sua venda. Tudo indica que, dentro de alguns anos, muitos outros países acabem fazendo o mesmo. Mas — e tem muitos "mas" nessa história — você deveria parar de fumar. O que você está fazendo é essencialmente se automedicando com uma substância psicoativa — e automedicação nunca é algo bom. Para piorar, a maconha pode agravar crises de ansiedade e acabar tendo o efeito contrário ao que você está procurando. Você tem muitos motivos para estar ansiosa, mas o melhor é procurar ajuda profissional, preferencialmente de um terapeuta ou psiquiatra. E o seu marido tem razão: no Brasil, a maconha é ilegal e a guerra ao tráfico está cada vez mais violenta — melhor não correr esse risco.

Sobre a Autora

Karin Hueck é jornalista e escritora. Foi editora da revista "Superinteressante", colaborou para alguns dos maiores veículos do Brasil e tem 5 livros publicados.

Sobre o Blog

Se Conselho Fosse Bom é uma coluna de conselhos sentimentais, existenciais e práticos. Está com problemas no trabalho? Sua família te enlouquece? Não sabe se casa ou compra uma bicicleta? Mande as suas dúvidas para o se.conselho.fosse.bom@bol.com.br As respostas são 100% anônimas.

Se Conselho Fosse Bom