Topo
Se Conselho Fosse Bom

Se Conselho Fosse Bom

Categorias

Histórico

"Larguei a ex para ficar com um homem, mas não estou feliz. E agora?"

Karin Hueck

30/08/2019 04h00

E agora? Foto: Pexels

"A minha é uma história longa. Casei muito cedo, aos 16 anos, com uma mulher. Tivemos dois filhos juntos. Até aí, tudo bem. Acontece que o casamento entrou numa rotina e minha ex-esposa não estava dando a atenção que eu achava que merecia, e chegamos a ficar meses sem ter relações sexual. Então, em novembro de 2017, eu conheci um rapaz de 22 anos que trabalhava na mesma empresa que eu. Ele também é casado e a esposa dele estava grávida. 

Em fevereiro de 2018, viajamos para um treinamento da empresa e ficamos hospedados no mesmo quarto de hotel. Eu fiquei bêbado e ele cuidou muito bem de mim, e no outro dia eu não parava de pensar nele. Voltamos para casa e 10 dias depois nos grudamos de uma forma sem explicação. Quando fui ver, já estava completamente envolvido. Assim, começamos a ter um caso escondido. A gente se via de segunda a sexta e teclávamos muito, escondidos das esposas. 

Veja também

No fim do ano passado, resolvemos nos divorciar e estamos morando juntos. Mas logo depois ele acabou transando com uma ex dele, e eu só soube porque ela me contou. Aí ele chorou e pediu perdão e disse que era apenas uma despedida da vida de hétero. Eu o perdoei, porém às vezes sinto que ele está meio arrependido comigo. Hoje estou vivendo com ele a mesma coisa que vivia no meu casamento, sinto que ele não quer sexo. Ele me trata com tanto carinho, os beijos são maravilhosos, me dá muita atenção, mas NÃO TEM SEXO. Aí eu fico inseguro e me pego chorando, achando que não sou desejado. Socorro, o que eu faço?" Assinado: Confuso d+

Caro confuso d+,

Primeiro, acho que é importante você se acostumar com a ideia de que o seu atual namorado talvez seja bissexual, e talvez se sinta realmente atraído por homens e mulheres — e que o caso que ele teve com a ex não foi "uma despedida da vida de hétero". Só você poderá dizer se consegue viver com a pulada de cerca que ele deu, mas talvez seja bom vocês terem uma conversa honesta sobre o assunto. Segundo, também acho importante perguntar se vocês estão dando a devida atenção aos filhos que tiveram com suas ex-esposas. Vocês se apaixonaram e decidiram morar juntos, e ninguém tem a obrigação de ficar num casamento em que não é feliz — mas dos filhos vocês têm a obrigação de cuidar, sim. 

Dito tudo isso, talvez você ainda não tenha encontrado uma pessoa realmente compatível sexualmente com você, seja homem ou mulher. Pela sua descrição, não parece que ele "está arrependido com você", ele parece uma pessoa carinhosa e dedicada ao relacionamento. Também é importante lembrar que sexo não é a única forma de demonstrar afeto, embora seja parte essencial num namoro, ainda mais no começo de um relacionamento, como o seu. Mas tem gente que precisa de mais ou menos sexo, e isso varia de pessoa para pessoa, e do momento da vida. Se você achar que precisa de mais do que está recebendo, talvez vocês possam pensar em outros arranjos (relacionamento aberto, terapia etc). Ou mesmo procurar um outro parceiro, um que talvez venha acompanhado de menos complicações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre a Autora

Karin Hueck é jornalista e escritora. Foi editora da revista "Superinteressante", colaborou para alguns dos maiores veículos do Brasil e tem 5 livros publicados.

Sobre o Blog

Se Conselho Fosse Bom é uma coluna de conselhos sentimentais, existenciais e práticos. Está com problemas no trabalho? Sua família te enlouquece? Não sabe se casa ou compra uma bicicleta? Mande as suas dúvidas para o se.conselho.fosse.bom@bol.com.br As respostas são 100% anônimas.

Mais Se Conselho Fosse Bom